Header Ads

O segredo no Paysandu é saber escolher as peças corretas


O técnico interino do Paysandu, Aílton Costa, tudo indica, deverá promover mudanças na escalação do Paysandu para encarar, na sexta-feira (31), o Juventude-RS, na Curuzu. E uma das novidades na equipe poderá ser o retorno do zagueiro Diego Ivo, recuperado de lesão no joelho. O defensor não participou das últimas três partidas do Papão - Londrina-PR, Brasil-RS e Sampaio Corrêa-MA - justamente por se encontrar em tratamento no Departamento de Saúde do clube. Recuperado, Ivo vem treinando normalmente e a expectativa é de que seja aproveitado por Costa ao lado de Perema, no miolo de zaga bicolor.


As possíveis alterações no Papão, que não vence há cinco jogos na Série B do Brasileiro, porém, não devem se restringir à zaga. Existe, também, a possibilidade do lateral Diego Matos reaparecer entre os titulares. Matos, que foi bastante elogiado pelo ex-treinador Guilherme Alves, após a goleada sofrida pelo time diante da Ponte Preta-SP (4 a 0), acabou sendo deixado de lado pelo ex-comandante do equipe, depois da contratação de Guilherme Santos, que poderá ser deslocado para o meio de campo.

EXPERIÊNCIAS

Costa vem fazendo experiências a fim de encontrar a formação que ele julga ideal para definir a composição bicolor. Ontem, no Centro de Treinamento da Desportiva, em Marituba, o treinador ministrou treino com bola, utilizando o campo de duas maneiras, primeiro, reduzido e, depois, em sua plenitude. Na primeira etapa, o treinador colocou em campo a formação com Renan Rocha; Matheus Silva, Diego Ivo, Perema e Diego Matos; Renato Augusto, Alan Calbergue, Guilherme Santos e Lucas Geovani; Pedro Carmona e Hugo Almeida. Neste período, o técnico sacou Calbergue para a entrada de Magno.

Na segunda etapa do treino, em campo livre, inverteu a mudança, voltando a utilizar Calbergue. O meia Thomaz, que foi o principal nome do time nos últimos jogos, treinou entre os reservas. O apoiador, pelo menos no treino de ontem, acabou perdendo a vaga na equipe para o improvisado Guilherme Santos. Hoje, Costa já deve encaminhar a formação do time, dando traços próximos dos definitivos para a formação que iniciará a partida.

Solução caseira agrada time

A decisão da direção de futebol do Paysandu de efetivar o auxiliar-técnico Aílton Costa no comando do time, pelo menos até o jogo contra o Juventude-RS, agrada o zagueiro Fernando Timbó. O atleta disse ontem, na Curuzu, que a medida foi acertada, levando em conta a familiaridade do assistente com o elenco bicolor. De acordo com a análise do defensor, o aproveitamento de Costa como treinador poderá trazer bons frutos ao Papão, que não vence

há cinco partidas na Série B.
“O Aílton já está treinando com a gente desde sempre. Ele sempre esteve no dia a dia dos outros treinadores e conhece cada um. É diferente de chegar outro treinador e ainda ir conhecer cada jogador, saber como cada um joga, então o Aílton tem essa felicidade de conhecer o grupo”, justificou o zagueiro. Depois da troca de três treinadores, com os quais o defensor conviveu no clube, Timbó acredita que é a hora certa para uma reação no campeonato.

“Estou aqui desde o começo, com o Marquinhos (Santos), o Dado (Cavalcanti) e o Guilherme (Alves) e agora é o melhor momento para mostrarmos que podemos. A gente tem de fazer de tudo para mostrar que o nosso grupo tem condições de sair dessa situação”, disse Timbó, que salientou, na coletiva, a confiança no interino. “A gente está acreditando muito nele e só espera que ele tenha um bom discernimento para saber o que será melhor para o Paysandu, escolhendo os jogadores certos para o que ele pretende”, observou.

(Nildo Lima/Diário do Pará)
29/08/2018

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.