Policial que usou spray de pimenta na Curuzu poderá ser punido


Após a derrota do Paysandu para o Sampaio Corrêa-MA, no último sábado (25), torcedores do Paysandu, que protestavam contra a exibição do time, reclamaram ser dispersados com spray de pimenta por um policial. O caso ganhou repercussão e a Polícia Militar já identificou o acusado, que pode ser punido pela corporação.

“Um dos policiais que participaram da ação foi acusado de agir de maneira excessiva, ato que será investigado pela Polícia Militar na instauração de sindicância ou inquérito administrativo. Caso seja constatado o uso excessivo da força, o policial já identificado poderá responder administrativa e criminalmente. A Polícia Militar esclarece que qualquer ato praticado com excesso por policial militar é devidamente apurado e que a corporação não compactua com atos de desproporcionalidade”, informou em nota.

Na súmula da partida realizada no último sábado (25), o árbitro cearense Leo Simão Holanda citou que um torcedor atirou um saco no gramado do estádio da Curuzu. O fato foi citado em súmula e o torcedor acabou sendo detido para a delegacia, onde foi feito um boletim de ocorrência.

A próxima partida do Paysandu pela Série B será nesta sexta-feira (31), diante do Juventude-RS, em compromisso que terá cobertura lance a lance do DOL.

(DOL)
27/08/2018

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.