Após confirmar Brigatti, Papão vai dispensar 90% dos atletas e terá novo executivo



Após confirmar que João Brigatti continuará sendo o técnico do Paysandu na temporada 2019, o Paysandu anunciou que está negociando com o novo diretor-executivo de Futebol, além de que irá reformular aproximadamente 90% do quadro de atletas e integrantes da comissão técnica.

As informações foram divulgadas pelo clube após uma reunião que aconteceu no domingo (25), menos de 24 horas após o time bicolor ser rebaixado para a série C do Campeonato Brasileiro.

Segundo o atual vice-presidente de Gestão e candidato único ao cargo de presidente do Paysandu nas eleições da próxima quarta-feira (28), Ricardo Gluck Paul, o técnico bicolor conseguiu exercer um trabalho qualificado, apesar de todas as limitações e deficiências apresentadas pelo elenco desde o começo do ano. “É um treinador capacitado, que fez uma série de ajustes no time, principalmente no modo de atuação. Mesmo na maioria dos jogos em que não vencemos, como, por exemplo, contra CSA e Fortaleza, o Brigatti soube fazer o time jogar bem, com domínio de posse de bola, chances de gol criadas e melhor posicionamento em campo. Foi nítida a boa evolução que tivemos desde a sua chegada, apesar de não termos conseguido escapar do rebaixamento”, justificou.

Em 13 jogos no comando do time, Brigatti obteve quatro vitórias, quatro derrotas e cinco empates, com um aproveitamento de mais de 43% dos 39 pontos disputados. O técnico desembarcou em Belém no dia 6 de setembro deste ano, na véspera da partida contra o Avaí-SC, pela 26ª rodada da Segundona.

Como os resultados alcançados pela equipe ao longo desta temporada inteira ficaram muito abaixo das pretensões do clube, a saída mais viável é reformular o grupo de futebol e recomeçar com um novo planejamento, dentro e fora de campo, para 2019.

Para Ricardo Gluck Paul, agora é hora de tentar ao máximo corrigir os equívocos cometidos este ano. “Entendemos que o futebol precisa passar por uma ampla reformulação. Foi uma temporada péssima, mas que não deve ser esquecida, tem de ser lembrada, para que possamos crescer e nos reerguer como instituição. Em breve, vamos criar o Centro de Inteligência Bicolor (CIB), composto por profissionais competentes e equipamentos de software modernos. O trabalho para 2019 já começou de forma intensa. Sigamos em frente, não há tempo a perder”, adiantou.

(Com informações do Paysandu)
26/11/2018

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.