Meia inglês ex-paysandu volta a falar do Papão e de Belém



Quase um ano depois, a rápida passagem do meia Ryan Williams continua rendendo. O jogador que atuou apenas 20 minutos no Paysandu diz que sente saudades da capital paraense e relembra momentos em que viveu nos bastidores da Curuzu, apesar de que já fez críticas a segurança de Belém e sua condição de vida por aqui.

As declarações do jogador foram feitas ao portal UOL, onde Williams falou sobre a maior saudade de jogar em Belém. “Achei a tapioca algo muito saboroso, o açaí também e claro, o brigadeiro. É a melhor coisa que já comi na vida”, diz o jogador.

Além de recordar da capital pelo paladar, o jogador relembrou outros momentos com alguns jogadores, como o atacante Walter. “Ele (Walter) não fala inglês, e naquele momento eu não falava nada em português, nossas primeiras conversas foram por meio de mimica. Ele é uma pessoa fantástica, humilde. Tem muita qualidade como jogador e não é à toa que ele jogou no Porto”.

Apesar dos bons momentos, o inglês também sofreu com alguns casos em Belém. “Depois de uma derrota no clássico contra o Remo, o nosso ônibus foi atacado por torcedores. Para ser justo, o Paysandu me tratou muito bem e ainda acompanho os resultados e reforços, afinal é o meu time brasileiro”, completou.

Ryan acredita que deixou o clube para buscar novos ares após ser prejudicado pelo sistema de inscrição de jogadores, o que impediu de mostrar seu futebol.

“Era para estrear no Estadual, mas não consegui. Viaje até a Argentina para buscar documentação, porém não deu certo e quando consegui estar ok, o treinador trouxe reforços e isso mostrou a necessidade de buscar novas oportunidades”.

(Com informações do UOL)
24/01/2019
>> Clique aqui para receber mais notícias, vídeos e promoções exclusivas do Paysandu
Tecnologia do Blogger.