Saída do médico Joaquim Ramos repercute no comando bicolor



Na última terça-feira, a nutricionista Cecília Guimarães e o técnico de enfermagem Washington Brasão foram avisados que não permaneceriam no Paysandu. A demissão dos dois profissionais não teria agradado ao diretor do departamento de saúde do clube, o médico Joaquim Ramos, que deixou o clube. A situação gerou muitos comentários, já que Ramos é ex-presidente e Grande Benemérito no clube. De acordo com o presidente Ricardo Gluck Paul, a repercussão foi exagerada.

“O Paysandu não está mais na Série B e tem que passar por uma readequação”, afirmou Gluck Paul. Segundo o dirigente, foi encomendado um estudo comparativo entre clubes das Séries B e C com estruturas semelhantes ao do Paysandu e o departamento de futebol passará a ter uma dimensão semelhante.

DOL
28/02/2019

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.