Diretoria do Paysandu afasta quatro jogadores do elenco profissional

Douglas Silva, Alex Galo, Marcos Antônio e Paulo Henrique não devem mais jogar pelo clube. Afastamento inicia processo de reformulação do plantel para o restante da Série C


Dos afastados, Marcos Antônio é o que mais vezes atuou pelo clube na temporada. Foram 17 jogos — Foto: Oswaldo Forte/O Liberal

O GloboEsporte.com apurou com uma fonte próxima à diretoria do Paysandu que quatro jogadores serão afastados do elenco principal nos próximos dias: o goleiro Douglas Silva, os volantes Alex Galo e Marcos Antônio e o atacante Paulo Henrique. A decisão foi tomada pela diretoria bicolor em comum acordo com o técnico Hélio dos Anjos. Os atletas já foram informados e ficarão afastados até que as negociações para as rescisões contratuais sejam concluídas.

O clube ainda não oficializou a notícia. O afastamento dos jogadores inicia um processo de reformulação do elenco para o restante da Série C, competição em que a campanha do clube está muito abaixo do esperado pelos dirigentes alvicelestes.

Do quarteto, Douglas Silva é o único que não chegou a entrar em campo. Passou o semestre como reserva imediato de Mota, mesmo quando o titular vinha sofrendo pressão da torcida após atuações inseguras. O volante Alex Galo atuou uma única vez: no segundo Re-Pa do ano, pela 9ª rodada do Campeonato Paraense, quando entrou em campo 36 minutos do segundo tempo.

Paulo Henrique (esquerda) fez 12 jogos e dois gols, mas não caiu nas graças da torcida. Alex Galo (direita) só jogou cerca de 13 minutos — Foto: Fernando Torres/Paysandu


Marcos Antônio e Paulo Henrique tiveram mais oportunidades de mostrar serviço. O primeiro fez 17 partidas e marcou dois gols. Esteve em campo no último sábado, quando o Papão empatou em 1 a 1 com o Atlético-AC, lanterna do Grupo B da Série C. Recebeu dois cartões amarelos em apenas dez minutos de bola rolando, o que prejudicou toda a estratégia montada pela comissão técnica para a partida e deixou Hélio dos Anjos bastante irritado.

Já Paulo Henrique fez 12 jogos e também balançou as redes duas vezes. O centroavante atuou pela última vez com a camisa alviceleste no dia 23 de maio, durante a derrota por 3 a 1 para o Internacional, jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Ele entrou já aos 41 do segundo tempo. Em seguida, foi relacionado contra Boa Esporte (Série C) e na volta contra o Inter, em Belém, mas não chegou a entrar em campo. O técnico do Paysandu ainda era Léo Condé.

Douglas Silva não ganhou oportunidades no gol do Paysandu e inclusive não viajou com a delegação para a partida no Acre — Foto: Jorge Luiz/Paysandu
As mudanças no elenco ocorrem em um momento de transição do Paysandu na temporada. O clube está há sete jogos sem vencer e vem despencando na tabela de classificação da Série C. Atualmente é o 7º colocado do Grupo B, com 9 pontos.

Na entrevista coletiva concedida por Hélio dos Anjos após o jogo contra o Atlético-AC, sábado passado, o treinador afirmou que vinha cobrando contratações junto a diretoria. Assim sendo, o afastamento dos atletas abre espaço para a chegada de novos jogadores.

– Eu falo o que já falei para a direção, e a direção me pediu até esse jogo para a gente discutir definitivamente a possibilidade de trazer jogadores. (...) Mas eu vou ser sincero, inclusive porque já falei para o Felipe [Albuquerque]: há a necessidade de trazermos alguma coisa para revitalizar o grupo – afirmou Hélio dos Anjos na coletiva.

Conheça a nova camisa do SouPapao Futebol Pelada
Gostaria de ter uma camisa do soupapao? Clica no link aqui!


GE
10/06/2019

Clique aqui para receber mais notícias, vídeos e promoções exclusivas do Paysandu

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.